Obesidade nos gatos

Gato obeso

A obesidade nos gatos é algo muito presente na nossa sociedade. Qualquer gato cujo peso está acima dos 15 a 20% pode ser considerado obeso. Um dado interessante mas alarmante é o facto de 20% dos gatos que comparecem no veterinário sofrem de excesso de peso. E o pior é que normalmente não é esse o motivo que os donos levam os seus gatos ao veterinário.

Na continuação vamos aprender como detectar se o nosso gato está obeso, os erros que cometemos e o que fazer para acabar com a obesidade.

Como detectar casos de obesidade

Melhor que nós próprios, um veterinário será o profissional indicado para nos informar se o nosso gato está obeso ou não, comprovando com valores e outros detalhes técnicos para sabermos o grau de situação.

No entanto nós próprios em casa também conseguimos perceber, e o melhor para o fazer é através do truque das costelas. Os gatos são animais que não possuem quase gordura nenhuma entre as costelas e a pele, pelo que deve-se facilmente senti-las. Se ao passar os dedos pelas costelas não as sentirmos, então o gato é obeso.

Motivos que levam à obesidade

Associa-se a obesidade dos gatos apenas à alimentação, mas não se resume a isso. A falta de exercício e o dormirem mais que o normal para um gato são dois motivos bastante comuns.

Há factores que também indicam a tendência para a obesidade. Isso inclui o próprio sexo do animal (sendo as fêmeas as com maior tendência), a raça, o sítio onde vivem (sítios mais pequenos levam a uma vida mais sedentária) ou até o facto de estarem esterilizados ou não contribui para um maior grau de incidência.

Consequências da obesidade

Tal como acontece connosco, a obesidade não traz nada de bom para os gatos. Resumindo em apenas uma frase, um gato obeso vê o seu tempo e qualidade de vida encurtados.

Problemas articulares, dificuldades respiratórios, problemas a nível do coração, hepáticos, partos complicados (no caso das fêmeas), e diabetes são alguns dos muitos problemas que podem surgir.

Prevenção da obesidade

É muito mais fácil prevenir do que remediar. Prevenir o excesso de peso é fácil, pior é fazer o animal perder alguns quilos. Por isso é importante que haja uma dieta equilibrada, nunca em excesso e com os nutrientes necessários. As calorias são a chave para uma dieta equilibrada.

É também importante brincar mais com o animal caso ele não seja daqueles gatos que vão dar uma volta à rua e voltam, pois um animal sempre fechado em casa pouco exercício faz.

Tratamento da obesidade

Se infelizmente é tarde demais e já possuis um gato obeso, está na altura de visitar um veterinário. Ele irá analisar todos os detalhes relacionados com o grau de obesidade do teu animal de estimação, e vai criar um programa que te irá ajudar.

O veterinário irá definir uma dieta especifica para o caso bem mais eficaz do que qualquer dieta genérica que poderás encontrar, e haverá um acompanhamento mais pessoal do veterinário para verificar todo o progresso.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Gatos:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook