Adopção de gatos

Adopção de gatos

Se estás a pensar em adoptar um gato brevemente, então desde já o nosso obrigado! Com um novo amigo em casa, terá necessário que haja uma adaptação tanto da nossa parte como da parte deles.

É nesse sentido que preparámos este artigo, para que saibas tudo o que deves saber quando adoptares o gato.

Há várias coisas que podes fazer para tornar a vinda de um novo elemento da família muito mais agradável tanto para o animal como para a tua família. Aquando na chegada do animal, ele deve estar acompanhado constantemente para se habituar à família.

Se possível, pede à pessoa que te ofereceu o gatinho que te ofereça também o seu cesto, de forma a que não seja um choque tão grande para ele: novo lar, novas pessoas, novos objectos…

Instalar o gato

Agora que o gato chegou, devemos instalá-lo em casa. Procura um espaço calmo que se torne o seu espaço pessoal. Este lugar deve ser longe de zonas de passagem e de barulho. Mas apesar de dever estar acompanhado, nas primeiras horas deixa-o sozinho para se habituar sozinho ao novo sítio onde vai dormir.

Crianças

Para preparar as crianças para a chegada do novo gato, devemos fazê-las perceber que ele não é um brinquedo, mas sim um ser vivo que merece ser bem tratado, e que deve / devem ter paciência, principalmente numa fase inicial.

Podes ensinar-lhes também a lidar com este novo amigo, não só para brincadeiras como também para cuidar dele. Ensina o que não devem fazer para que não o magoem quando estiverem com ele.

Animais

Isto é principalmente importante quando o gato adoptado já é adulto. Se for adulto, devemo-nos informar se o gato está habituado outros animais de estimação, como é que eles lidam com eles, etc.

Assim que o gato chegar a casa, seja cria ou adulto, todos devem tomar conhecimento das suas presenças, para evitar surpresas desagradáveis. Desta forma veremos em primeira mão a reacção inicial, para que possamos tomar medidas de imediato.

No caso de haverem mais gatos em caso, faz com que o primeiro encontro seja num território neutro, já que o gato da casa poderá achar que o outro está a invadir o seu território.

Se forem cães, as reacções são imprevisíveis. O ideal é segurarmos bem em ambos os animais e ver a reacção de ambos. Cães mais sociáveis irão querer brincar logo com o novo gato mas ele poderá não achar muita piada. O contrário também poderá acontecer mas é mais raro.

Lembra-te que o ambiente é importante na altura do primeiro encontro, e daí poderão surgir vários sentimentos, desde amizade a ciúmes. Esta é a principal razão que tudo deve ser num ambiente neutro, já que não haverão outros factores a influenciar as ditas reacções.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Gatos:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook